31 de ago de 2010

Happy Birthday Cultural


Com uma semana de atraso, já que o ocorrido foi domingo da semana passada (22/08), temos que contar nossas experiências em um aniversário mongol. Era pra ser um simples aniversário de criança, de 1 e 4 aninhos.

A Lili foi convidada para essa festa dos filhos de uma colega de trabalho, da Mongólia, um país ao lado da China. A festa estava marcada para as 5 horas em um restaurante chinês, próximo a nossa casa. Chegamos um pouco atrasados e já estavam a família da criança e alguns convidados esperando somente nós chegarmos para começar a festa, quer dizer, começar a se servir.


Ao chegarmos na festa, cumprimentados as crianças, um menino e uma “menina”. Ops, na verdade são dois meninos, e que na cultura mongol não se corta o cabelo da criança até os dois anos, por isso a confusão. Todos felizes com nossa chegada, vamos nos servir. Veio a mesa pratos típicos chineses e para nos envergonhar em vez de faca e garfo, hashi que são os “pauzinhos” usados para comer. Para pegar carne, era mais fácil, mas não conseguimos usá-los para comer arroz  e depois de um tempo não resistimos e pedimos uma colher para comer. Uma delicia o jantar, muito bom mesmo.

Antes do jantar acabar, o pai das crianças tirou de baixo da mesa uma garrafa de vodka. Eu fiquei sem entender o que ele tinha falado, e logo abriu a garrafa e bebeu uma dose e serviu sua esposa com outra dose. Eu, Lili e Thais rimos um pouco da Emy (mãe das crianças) bebendo e logo depois descobrimos que na cultura mongol servir vodka em ocasiões assim é normal e todos os presentes tem que beber, ou é considerado ofensa.

Pronto, ai começou a parte boa da festa infantil. Vamos fazer a roda bebendo uma garrafa de vodka. No começo foi bem divertido, o copo fazendo a roda e as caretas das pessoas após beber era de dar risada. Muito engraçado. Após  4 rodadas a garrafa acabou para o alivio da turma. O calor da vodka batendo e mais conversas, alias Alcohol improve my english, e de repente o pai tirou uma garrafa de Jameson debaixo da mesa e começou novamente outra rodada. Já sem saber quantas doses já tinha rolado e não tinha como evitar as próximas, já que para eles recusar a dose é uma ofensa muito grande, então tínhamos que beber. (ôôô coisa difícil)

Segue alguns vídeos e fotos da rodada de doses.

Vídeo 1: Clique aqui

Vídeo 2: Clique aqui











Acabando a garrafa de Jameson o pai disse bem alto: “break now” e começou a servir outra rodada de comida. Nessa hora estávamos bem animados, rasgando o “verb to be” com a galera e tentando comer com hashi, quando eis que surge uma outra garrafa de vodka na mesa. Que festa infantil viu...! Nada de brigadeiros, doces de leite e “Guaraná Mineiro”, somente comida chinesa vodka e whisky... Esse pessoal da Mongólia que sabe fazer festa. Isso tudo numa festa de criança, não quero nem imaginar como seria uma festa de 15 anos...

Mais 3 rodadas de vodka pra cada, eu pra lá de Bagdá, Lili e Thais sorrindo e cantando no karaokê chinês, uma maravilha a festa infantil... Lógico que depois de um porre desse não poderíamos ir pra casa. Acabou a festa cedo, eram aproximadamente 21horas e decidimos ir para um pub. Fomos para casa, fizemos mais um esquenta com uma cervejinha e convidamos nossos vizinhos para irem a algum pub e fomos para o The Morgans, que estava rolando uma música eletrônica com um Dj fazendo um “live” muito bom. Enfim, uma noite bem legal e finalizando com um som de qualidade.


Seguem algumas fotos da balada








Enfim, esse foi o nosso domingo incomun aqui na Irlanda. Valeu muito a pena conhecer um pouco da cultura mongol e ver como são diferentes os costumes deles como os nossos. Para falar a verdade, eles que sabem fazer festa de criança, né! (risos)

Até o próximo.

18 de ago de 2010

Novidades!!







Ei galera!! Estamos com novos flatmates (pessoas com quem dividimos o apto). O casal que morava conosco se mudou e estamos morando com um casal de franceses.

Eles são adoráveis e muito simpáticos...
Além da ótima oportunidade para treinar o inglês! Eles conversam bastante e isso para nós é muito bom! hehe
Ele está aqui fazendo estágio em uma empresa e ela veio fazer um MBA em uma universidade e trabalha no National Gallery.
Na última semana fomos comemorar o aniversário de um amigo e levamos eles conosco, segue uma foto.


Sejam bem vindos Mathilde e Antoine.
=)

Abaixo algumas fotos do niver do Zacha! Muita pizza gostosa e claro, uma cerva pra relaxar!!
Feliz aniversário Zacha, muitas felicidades...





Mudando de assunto... 
Como já dissemos em posts anteriores, o clima aqui em Dublin ultimamente está muito bom!! O calor ta demais e no último final de semana, aproveitamos minha folga no sábado (1° vez q tenho folga final de semana desde abril) e fomos ao St. Patrick's park. Muito bom!!







Valeu galera!
Até o próximo post.
=)
Beijossss

8 de ago de 2010

Dúvidas Frequentes

Olá pessoal, tem algum tempo que eu não posto, porém sempre respondemos algumas perguntas por e-mail, e pensando nisso resolvemos colocar algumas dúvidas comuns aqui no blog.
Então vamos lá:
O que é necessário para fazer intercâmbio na Irlanda?
É necessário adquirir um curso de inglês, comprar um seguro saúde válido na Irlanda, comprar no mínimo 1 semana de acomodação, € 1.000 para entrar no país e passaporte com validade mínima de 6 meses.

Onde consigo comprar o curso?
Eu e Lili viemos pela agência Gotolondon, porém existem inúmeras agências que vendem curso de inglês. Também existe a possibilidade de comprar direto na escola, ou pelo telefone ou algum conhecido que já esteja aqui e podem comprar o curso direto. Existem algumas pessoas que estão aqui e compram o curso em troca de uma pequena comissão, que fica bem mais barato que se comprar em agências.

Qual o nível de inglês que necessito ter para fazer intercâmbio?
Quanto maior o seu nível melhor. Nosso intuito aqui é simplesmente aprender inglês, saímos do Brasil no nível intermediário, o que facilitou um pouco as coisas aqui. Mesmo nesse nível , quando chegamos aqui não conseguimos entender muita coisa e no começo ficamos perdidos. Se não souber muita coisa, não tem problema, você virá para aprender e em pouco tempo já vai se acostuma e seu inglês vai evoluir progressivamente.

Os Irish são hospitaleiros?
Não tivemos problemas por sermos  imigrantes aqui não. Maioria dos Irlandeses que conhecemos nos tratam muito bem. Existe um pessoal, chamados “Knackers” que são a população de baixa renda sustentada pelo governo e geralmente são arruaceiros e falam muito rápido e o seu inglês é um “inglês marginal” o que dificulta entender um pouco.

Preciso me preocupar com Knackers?
Até hoje não tivemos nenhum problemas com eles, mas já vimos brigas e ficamos sabendo de algumas pessoas que foram zuadas por eles, tais levar ovada, chute na rua etc... Não pode é vacilar. Evite morar perto de bairros que têm muitos deles, quando passar na rua não olhem e evitem falar português. Da para perceber de longe, geralmente eles usam moleton e tênis branco. Quando viemos para cá, nós lemos vários assuntos sobre isso e ficamos assustados, mas nada d+. No Brasil é mais perigoso que aqui.

É fácil conseguir emprego?
Atualmente está mais fácil conseguir emprego comparado da época que chegamos. No verão surgiram muitos postos de trabalho e da pra ver nas ruas muita placas de emprego. O que vai te facilitar a arrumar emprego é o nível de inglês que conta muito, força de vontade de sair andando na cidade toda entregando cv e um pouco de sorte. A média é ficar de 2 a 3 meses sem emprego, porém muita gente consegue antes, que foi o caso da Lili que conseguiu na terceira semana de Irlanda. Traga dinheiro para esses 3 primeiros meses, uns € 2.000 basta se você economizar um pouco e não ficar indo para pubs todos os dias.

Qual o tempo para comprar acomodação? É fácil encontrar moradia?
Eu e Lili compramos 3 semanas de acomodação e ficamos somente 10 dias (fomos reembolsados em 1 semana). Acredito que um bom tempo é 2 semanas que consegue procurar tranquilamente moradia sem ter que aceitar a primeira que aparecer. A oferta por moradia é grande e não terão dificuldades de encontrar não. Podem ver em Orkut na comunidade “Dublin para Brasileiros” ou então no site irlandês www.daft.ie na parte sharing que é apartamentos que já tem morador e estão oferecendo quartos, ou então em let que são apartamentos vazios que estão para alugar.

O que é o depósito?
Quando alugar um apartamento ou quarto aqui na Irlanda é necessário pagar o depósito. É como se fosse um caução no Brasil e você recupera esse deposito quando vencer o contrato de locação. Se precisar sair antes do final do contrato, basta colocar novas pessoas no seu lugar e resgatar o deposito. O valor do deposito é geralmente o valor do aluguel.

É complicado passar na imigração Irlandesa?
Ao chegar em Dublin é necessário passar pela imigração para carimbar o passaporte. Após ficar em uma fila de uns 10 minutos (Depende do horário de chegada) e hora de entrar no país. Apesar do frio na barriga, aqui é bem tranqüilo. Basta mostrar a carta original de matricula da escola, a carta de acomodação, seguro saúde e os € 1.000 em espécie ou em saldo do VTM. No nosso caso não teve muita demora, e só nos pediram a carta da escola e acomodação, nem chegaram a ver o seguro saúde ou o saldo do VTM.

Compensa comprar eletrônicos na Irlanda?
Se comparado com o Brasil sim, compensa e muito. Se comprar com o restante da Europa, alguns países são mais baratos.

Como escolher a Cia Aérea?
Viemos pela KLM e não nos arrependemos. Para fazer uma viagem de aproximadamente 12 horas, o que queríamos era ter pelo menos conforto, mesmo que seja passagem para estudante. Pesquisamos varias cias (Ibéria, Air France, British Air, Tam, KLM).  Aconselhamos a KLM e para conseguir um preço mais em conta, liguem no 0800 e compre direto pela companhia sem intermediação de terceiros.

Por que escolher Irlanda?
Muitos já nos perguntaram isso. Nosso primeiro destino que pensamos não foi aqui, foi Austrália, e depois de muitas contas vimos que sairia muito caro. Então por que não Europa? Na época que decidimos vir, a agência nos mostrou Londres e Dublin, sendo que Londres nos falaram que estava complicado passar pela imigração e ficamos com receio. Ok, vamos para Dublin então. Começamos a estudar sobre o país e gostamos muito da idéia. Chegando aqui vimos que fizemos uma escolha certa.


Espero ter ajudado um pouco com esse post, e se surgirem algumas dúvidas podem nos escrever ou deixar comentário, e na medida que novas dúvidas aparecem postaremos para tentar ajudar um pouco mais.

Abraços.